Transição 2.0 – no Fundão

Publicado em

Como Rob Hopkins e Toby Hemenway comentaram: ” a Transição é o cavalo de tróia da permacultura” – uma forma de introduzir os conceitos de permacultura a um público variado. Por isso, esta sexta-feira dia 3 de Outubro pelas 21h30 vamos passar aqui no Fundão (Moagem) para a comunidade local o filme Transição 2.0 de Emma Goude. Entrada gratuita. Estão convidad@s!
O evento no facebook onde vamos colocando algumas informações sobre a transição e permacultura pode ser encontrado em: https://www.facebook.com/events/760071780707764/
Fica aqui a descrição do filme.

“Transição 2.0″ é um filme inspirador que reúne histórias do mundo inteiro de pessoas comuns a realizarem acções e projectos extraordinários. Neste filme vamos saber de comunidades que produzem a sua própria alimentação, apostam na economia local, imprimem o seu próprio dinheiro, investem em energias renováveis… Inúmeras iniciativas de transição no mundo (incluindo Portugal – Aldeia das Amoreiras) são aqui registadas em diferentes estágios e projectos.

O filme foi realizado por Emma Goude e contou com a participação de diferentes voluntários, em que ninguém se deslocou de avião para os diversos locais/projectos documentados no filme (Reino Unido, Portugal, EUA, Japão, Índia…), de forma a ser possível realizar uma película de pegada ecológica reduzida.

Transicao2

Transição 2.0 mostra que qualquer coisa é possível se trabalharmos em conjunto, quer a nível local, quer a nível internacional:

“Com a persistência da crise, pouco a pouco, as pessoas começam a dar-se conta de que o mundo está a mudar de uma forma irreversível, e que esta não é uma crise como as outras. Começam a perceber e a acreditar que esta “crise veio para ficar”, e começam a olhar de forma diferente para o futuro. E muitos, sem esperar que algo de pior aconteça, começam a querer moldá-lo com as suas próprias mãos. Surgem assim as iniciativas de Transição – um grupo de pessoas empenhadas, interessadas no bem comum e não em obter proveito próprio, que se formam e informam para que se vença a inércia do “deixa andar, que quem vier atrás resolva” e a Transição comece: uma mudança para uma vivência mais sustentável, promovendo a produção e o comércio local, respeitando a natureza e as pessoas, e delas aproveitar o melhor sem as prejudicar, diminuindo gradualmente os consumos energéticos (…). Dá trabalho, e não dá dinheiro, mas seguramente compensará a quem se preocupe com o futuro das próximas gerações.” Luís Queirós

Depois do filme (cerca de 1h) segue-se uma conversa e troca de ideias.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s